Reflexões

Texto: Gálatas 6:1-5

Introdução: Você sente que partilhar as suas cargas com os outros é um sinal de fraqueza? Muitas vezes, nós suportamos cargas que o Senhor nunca quis que nós suportássemos sozinhos.

Nesta mensagem, vamos falar sobre como compartilhar nossas lutas com outros cristãos, e como restaurar crentes que caíram em pecado.

I. O que é um fardo ou carga

A. Definição: Um fardo é um peso do coração, espírito ou alma, algo que pesa-nos para baixo emocionalmente, mentalmente e espiritualmente.

B. Duas fontes:

  1. Deus
  2. Circunstâncias da vida

III. O que devemos fazer para levar a carga uns dos outros?

A. Tome a iniciativa correta: se envolver.

  1. Conhecer os outros nos coloca em uma posição de reconhecer a melhor forma de ajudá-los.

B. Ter o propósito certo em mente: Restauração.

  1. Devemos trabalhar para restaurar a saúde emocional, espiritual, mental e física de outros.

C. Ter o motivo certo: o Amor.

  1. João 13:34 nos diz: "Um novo mandamento vos dou: que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei, que também vos ameis uns aos outros"
  2. 1 Pedro 4:8 diz: "Acima de tudo, porém, tende amor intenso uns para com os outros, porque o amor cobre uma multidão de pecados".

D. Ter a atitude certa: Gentileza.

Devemos abordar os outros com compaixão. Uma pessoa gentil é aquela que é paciente, carinhosa, amorosa, gentil, perdoadora e aceitável.

Conclusão: Você está pronto e disponível? O Senhor quer que você seja o tipo de pessoa que Ele pode usar para restaurar santos que estão sofrendo. Prepare-se, colocando sua própria vida em ordem para que você possa ajudar os outros a voltar à comunhão com Deus.

Essa é a história de Pedro, um ótimo lenhador que chegou a uma serraria procurando emprego. O capataz deu-lhe um dia para que ele mostrasse as suas habilidades.

Pedro surpreendeu o capataz, pois era capaz de derrubar dez árvores enquanto o normal era abater duas por dia. O melhor lenhador derrubava quatro. Diante disso, Pedro foi alvo de comentários por parte de todos, pois era o melhor lenhador que se conhecia. Foi um verdadeiro sucesso. Porém, depois de algum tempo, sua produção baixou até que passou a ser o pior de todos os lenhadores. O que estaria acontecendo? O capataz preocupado, procurando saber o que estava havendo, chamou Pedro e disse:

- No dia em que você chegou aqui derrubou dez árvores, sem demonstrar cansaço e assim continuou por algum tempo. Mas ultimamente o vejo abatido e esgotado, sua produção foi caindo e você tem derrubado apenas uma árvore por dia. O que houve?

- Não sei, respondeu Pedro. Estou trabalhando como nunca trabalhei antes: tenho me esforçado três vezes mais, sou o primeiro a ir para a mata e o último a voltar!

O capataz pensou um pouco e perguntou a Pedro:

- Pedro, nesse tempo que está aqui, quantas vezes você amolou o machado?

E Pedro, um pouco atrapalhado, respondeu:

- Nenhuma, não tive tempo.

Quantas vezes você amolou seu machado desde que foi chamado por Jesus? Nossa produção tem que no mínimo permanecer estável. Nunca diminuir! O que temos produzido com nossa ferramenta dada por Deus? Nosso machado é nossa fé e nosso amolador é o Espírito Santo. Se você não a tiver contato com Ele, seu machado vai diminuindo a produção até ficar totalmente cego.

“Tudo tem a sua ocasião própria, e há tempo para todo propósito debaixo do céu.” Eclesiastes 3:1

Talvez você esteja passando por privações, necessidades e aflição, e diga:

" Por que passar por isso ? "

Preste atenção ...

Jesus nasceu num estábulo, emprestado...

Montou num jumento, emprestado...

Multiplicou os pães e peixes num cesto, emprestado...

Utilizou um local para evangelizar, emprestado...

Promoveu um milagre num barco, emprestado...

Foi sepultado em um túmulo, emprestado...

Só a cruz era Dele !

E foi assim para que saibamos que o nosso tesouro está no céu !

Quem tem Jesus, tem tudo !

As vezes esperamos demais para dizer palavras de perdão !

As vezes esperamos demais para expressar gratidão !

As vezes esperamos demais para dar uma palavra de ânimo !

As vezes esperamos demais para oferecer consolo !

As vezes esperamos demais para estender a mão a quem precisa !

As vezes esperamos demais para dar amor !

As vezes esperamos demais para abrir o coração !

As vezes esperamos demais para deixar Deus operar !

Deus também está esperando, esperando que paremos de esperar !

Uma menina debruçada na janela de sua casa chorava pela morte de seu animal de estimação.

Com muita tristeza observava o jardineiro enterrar o amigo de tantas brincadeiras.

O avô que a observava aproximou-se, deu-lhe um abraço e chamou-lhe a atenção para outra realidade.

Pegou-lhe pela mão e a conduziu para outra janela.

Abriu as cortinas, mostrou-lhe um jardim florido e disse: -

" Está vendo aquele pé de rosas amarelas bem ali à frente ?

Lembra que você ajudou a plantá-lo ?

Era apenas um pequeno galho cheio de espinhos e hoje veja como está lindo. "

A menina enxugou as lágrimas que ainda corriam e abriu um largo sorriso mostrando as abelhas que pousavam sobre as flores e as borboletas que faziam festa entre as rosas que enfeitavam o jardim.

O avô, satisfeito pôr tê-la ajudado a superar aquele momento difícil disse:

" A vida nos oferece sempre várias janelas.

Quando a paisagem de uma delas nos causa tristeza sem que possamos alterar o quadro, voltamo-nos para outra e certamente nos deparamos com uma paisagem diferente. "

Se hoje você está a observar um quadro desolador, lembre-se de que existem tantas outras janelas, com paisagens repletas de promessas de melhores dias !

Não veja somente a janela da dor.

Siga em frente, com ânimo e disposição.

Agindo assim, o gosto amargo do sofrimento logo cede lugar ao sabor agradável de viver e saber que Deus nos ampara em todos os momentos da nossa vida !

TV online

Bíblia on-line

Pedidos de Oração

Testemunhos

Mural de Recados

Visitantes
1306
Artigos
152
Ver quantos acessos teve os artigos
142238

Ultimate Facebook Like Box Slider